quinta-feira, 5 de abril de 2012


"O que você me pede eu não posso fazer, assim você me perde, eu perco você... Como um barco perde o rumo... Como uma árvore no outono perde a cor.
O que você não pode, eu não vou te pedir, o que você não quer, eu não quero insistir.
Diga a verdade, doa a quem doer.
Todos os dias eu venho ao mesmo lugar...Às vezes fica longe, impossível de encontrar.
Mas, quando o neon é bom toda noite é noite de luar."

Um comentário:

  1. Uma das genialidades mais geniais do gênio Humberto Gessinger!

    ResponderExcluir